Parceiros

Parceiros do consórcio trazer diversas áreas de especialização para o projeto:


A Merck (Alemanha) lidera o programa. Especialista em praziquantel, ela fornece recursos e apoio em diferentes áreas: pré-clínico, clínico, desenvolvimento e fabricação da substância medicamentosa e do medicamento, regulatório e acesso. Ela é responsável pelo programa de desenvolvimento clínico e patrocinadora dos ensaios clínicos.

 



A Astellas Pharma Inc. (Japão) desenvolveu as novas formulações pediátricas de PZQ e fornece aconselhamento especializado no desenvolvimento clínico em crianças e modelamento farmacocinético.

 


O Swiss Tropical and Public Health Institute (Suíça) é um instituto sem fins lucrativos, internacionalmente reconhecido por suas pesquisas, serviços, ensinamentos e treinamentos em saúde global. Ele contribui com uma vasta experiência em pesquisa biológica e farmacológica, epidemiologia e pesquisa clínica relacionada a helmintos em regiões endêmicas.


A Lygature (Países Baixos), uma fundação sem fins lucrativos, atua como um coordenador independente do Consórcio, fornecendo a gestão em termos de progresso, finanças e colaboração. Desde 2006, a Lygature apoiou quase cem parcerias público-privadas no campo da ciência e saúde, incluindo doenças relacionadas com a pobreza.


Farmanguinhos (Brasil), laboratório farmacêutico do governo federal da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) no Brasil, fornece competência única para abordar a produção e distribuição das novas formulações pediátricas em países endêmicos.

 


A Schistosomiasis Control Initiative (Reino Unido), do Imperial College London, é uma iniciativa sem fins lucrativos que apoia programas de tratamento contra a esquistossomose e a helmintíase transmitida pelo solo em países da África subsaariana e no Iêmen. Ela facilitará a preparação e a implementação do plano de Acesso e Distribuição.


O Kenya Medical Research Institute (Quênia) oferece experiência em epidemiologia de doenças locais, ensaios clínicos e cuidados clínicos, e será responsável pela realização dos ensaios no Quênia, de acordo com as Boas Práticas Clínicas e os padrões éticos e regulatórios nacionais e locais.

 


A Université Félix Houphouët-Boigny (Costa do Marfim) esteve anteriormente envolvida nos ensaios clínicos de fase II da formulação pediátrica do praziquantel. Ela oferece experiência em epidemiologia de doenças locais, ensaios clínicos e cuidados clínicos, e será responsável pelos ensaios de fase III na Costa do Marfim, de acordo com as Boas Práticas Clínicas e os padrões éticos e regulatórios nacionais e locais.


 

Parceiros aposentados